Rafael Rossignol Felipe

Este blog é sobre alguma coisa, sobre sistemas, tecnologias, o mar, as pessoas, alguma coisa…

Posts Tagged ‘Ônibus’

Será que o busão vai demorar?

Posted by Rafael Rossignol Felipe em 21/05/2009

Todo mundo já deve ter se feito a pergunta do título desse post. Pelo menos, todos que já andaram de ônibus, talvez nem todos fizeram a pergunta da mesma maneira. Num país tão grande como o nosso e com tanta diversidade, essa frase pode ter várias versões.

E é justamente num país cheio de diversidades, que as soluções para os problemas têm que ser simples. Pelo menos essa é a minha opinião.

Já faz um tempo que venho pensando em como ajudar as pessoas que perdem horas num ponto de ônibus inutilmente, já que a vida hoje em dia é tão corrida  (não vou entrar nos méritos do quanto a vida não deveria ser corrida, pois ai já é uma questão filosófica e de saúde).

Na época que pensava sobre isso, as novas tecnologias não eram tão baratas, já existiam é claro, mas ainda não tinham uma demanda tão grande para se tornarem accessíveis.

A minha idéia no final das contas é simples, parto do pressuposto que informação nunca é demais, logo, saber se o ônibus que você quer pegar daqui a pouco está chegando ou não, te da margem para que você tenha ou não que se apressar, ou então, ficar mais um pouco relaxando no sofá de casa.

Como fazer então pra disponibilizar esse tipo de informação a todos, com um custo mais baixo?

É só juntar duas siglas que podem ser conhecidas de muitas pessoas interessadas por tecnologias:
GPRS e RFID

GPRS (para quem não clicou ai no link ai de cima) de uma maneira resumida, é a tecnologia utilizada por quase todos os aparelhos de celulares da atualizade, para entrar na internet, ela foi substituida pelo 3G mas os aparelhos com 3g ainda tem GPRS. Pense em um fax modem wireless, hehehehe.

RFID é uma tecnologia utilizada em supermercados, lojas de departamento, indústrias, identificação de animais, e milhares de outras aplicações. Basicamente é um pequeno emissor de radiofrequência que tem um identificador único, e quando passa por um sensor, esse sensor registra sua passagem.

Agora imaginem que cada ponto de ônibus numa metropole como São Paulo, tenha um emissor RFID e uma plaquinha com um código daquele ponto; E cada ônibus que circula pelas ruas da cidade possua um aparelhinho com um modem GPRS e um sensor RFID, quando o ônibus passa pelo ponto, o aparelho registra qual ponto que ele passou e em qual horario e envia para um servidor central da SPTrans; O servidor organiza essa informação e a disponibiliza num site, online, sem atraso.

Agora, se imagine tendo que pegar um ônibus, você entra no site, coloca o código do ponto de ônibus (que você sabe decorado, pois pega ônibus ali direto) e ele te da uma previsão de chegada de 20 minutos. Pronto se você demora 2 minutos até o ponto, tem 18 minutos pra fazer algo em casa, é claro que previsões são previsões, mas vc tem certeza de que 10 minutos você pode relaxar em casa.

Imagine agora, você num local que não conhece, você pega seu celular e entra na versão wap do site da sptrans, digita o código do ponto que você está parado esperando o ônibus, e ele te mostra a lista de ônibus que estão pra chegar em ordem cronológica.

Nada muito complicado nem caro de se implementar. Talvez uma medida dessas ajudasse as pessoas que querem abandonar os carros mas não podem contar com a impresivibilidade dos horarios do transporte público.

Como sempre, comentários e sugestões são sempre bem vindos.

Anúncios

Posted in Por que não?, Tecnologias para todos | Etiquetado: , | 4 Comments »